Continuidade do Ego

Faz hoje vinte anos, sem tirar nem por, estava eu num mundo onde trabalhar, aprender, abnegar e engolir certa dose de sapos providenciava na sua súmula uma medida generosa de retribuição.

Volvidas duas décadas, o meu peso corporal flutuou 120kg – 60 para baixo, 20 para cima, 10 para baixo, 5 para cima e sucessivas oscilações harmónicas ao tom da banda. O Ocidente deixou de ralar-se com a paz espiritual do homem – qualquer o seu género – que regressa a casa farto do dia, hirto após a digestão social e capaz de esfacelar um autarca, para se preocupar paradoxalmente, mas em consentaneidade com um eleitorado cada vez mais demente e arredado daquilo que o fez existir, acerca do bem-estar que tange a toda uma pluralidade de canibais licantrópicos.

Muçulmanos, pansexuais, furta-cor epidérmicos, e a anomia globalizada vicejam agora no lugar dos valores que me imbuíam quando impregnei a minha então esposa, mãe do meu filho. Como Olaf Stapledon, Robert Heinlein, Aldous Huxley e Ray Bradbury fico estarrecido perante a superação dos meus mais linfáticos e púberemente ionosféricos sonhos: o mundo actual é ordens de magnitude mais estranho do que alguma vez todos juntos, cerveja em riste e incerto cheque salarial na mão, desenháramos.

E no entanto cá está, e o meu filho nele. Por bem desejo que emigre, pois a choldra locunda, recheada de gente choldrosa, choldrável, e choldreira, nada terá a ofertar-lhe enquanto solo nem tão pouco como palco. Prefiro que vá. Livre da turba seixal-leninista, do frango cujo valor subjectivo mediante adjudicação camarária será sempre um cu – o cu social – prefiro que emigre, para quão longe consiga. Aproprio, safoda que tenha eu de fazer 35h de voo e 12756km, ou um perímetro terrestre, para o rever; os sinais do Altíssimo devem tudo menos cercear-se por compaixões.

Parabéns, ó tu. És a expressão mais bela daquilo que Deus entendeu ver entre as falhas e asneiras cometidas por esta carcaça. E assim te amo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s