Apoteose GenderQueerFluidoTomaLaDistoLançaUmDadoTYKKUJD+

  • Brown University’s student body president will be hand-delivering menstrual products to all nonresidential bathrooms on campus, including men’s rooms, with the help of 20 other students.
  • The initiative is intended to communicate the message that “pads and tampons are a necessity, not a luxury,” and that not all people who menstruate are women.

Creio que podemos ir muito mais longe, e mais depressa, com maior força. Afinal, todos somos Harambe. Menos, claro, se não formos afro-americanos cujas patas jamais saíram de Chandler, AZ e de cuja africanidade já somente o ar antropóide sobra. Nesses casos, seremos candidatos compulsivos a campos de reeducação socioraciofiscotoleracional – um branco não pode comportar-se como se tivesse ancestrais negros, em claro exercício heteroalvopatriarcal da apropriação culto-inquieta sobre um fenótipo, ou perdão, um contribuinte pessoa-fenótipo colectivo oprimido sob o jugo anteGeringonciano.

Porquê titubear aos caídos pela menstruação tamponada, como jovens de 53 anos que mal tiveram tempo para definir, adefinir, redefinir e indefinir o seu boletim de totoloto género, se podemos de uma assentada reviver Abril,  renascer Cunhal, lamber a tatuagem da Moreia, matilhar fielmente nos calcanhares da Cância, e espojarmo-nos de paper em paper, citando obscuros pensadores ostracizados por um mundo biológico, físico, químico e de outra forma real com os dias contados?

O faquir gujarati seboso que ri imbecil e esmaltadamente a partir das covas do intendente deveria, desde já, legislar neste sentido: nem todos os homens têm testículos; nem todos os gatos nascem com pelo; nem todas as moscas voam; nem todos os socialistas deviam estar internados num manicómio de alta segurança; nem todos os paneleiros gostam de pilinha; nem todas as fufas gostam de vulva túrgida; nem todos os pretos têm carapinha; nem todos os toiros têm quatro patas; nem todos os eleitores portugueses são putas sem tino cuja existência, longe de qualquer dúvida, inspirou Maquiavel a exortar à extirpação radical e esterilizante da genealogia adversa ao príncipe.

Imprimatur mais a puta que vos pariu.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s