Mar, Sol e Lápides

Resultado, cuja intencionalidade ou ausência dela resta apurar, da conjunção entre as políticas preconizadas pelo império satânico Europeu e a amorficidade da geração mais autista de sempre: a morte por entropia demográfica.

Há pouco que falte escrever sobre isto. Aliás, não sobra coisa alguma. O elenco de horrores tidos por conquistas é sobejamente conhecido.

Abortar, i.e., assassinar por impunidade a soldo e por comodismo.

Prescindir do contacto Natural, com as necessárias quedas e cicatrizes, pelo confortável verniz do diálogo por detrás da anódina virtualidade.

Alimentar o hedonismo em detrimento da produtividade, de preferência com o dinheiro dos outros.

Subscrever a ignorância num tempo em que os ignorantes estão cotados em alta.

Denunciar o saber e a lucidez, que fazem perigar o alicerce do espantalho social.

Ter como Penates os espectros da sardinha para três, do primo anarquista que esteve em Caxias mas se tornou administrador “de uma coisa pública”, e de culpas sortidas a inculcar pelo canal de TV que estiver mais a jeito.

Que porra quereis mais saber? Fizestes a cama, nela descansai. Comei euros, carros, perfumes, puscinas e Bruxelas que está bem picante.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s