José Sócrates representa o pior que há em Portugal: o chico-espertismo, a sobranceria alarve de – nada sabendo – presumir-se qualificado e como tal digno de ocupar qualquer cargo público ou privado, e, last but not least, aquela forma de estar rançosa que se revela ao quebrar o verniz da falsa sofisticação. A tal coisa que não sai com sabão, perfumes caros ou fatos de corte impecável.

Sócrates está onde está porque há todo um povo, não nos enganemos, que não presta. E para esses, bem como para ele, estou-me eu nas tintas e desejaria que tivessem caído na real o mais longe possível de mim.

Contudo, mesmo num pântano insalubre rodeado de idiots-savants por cuja mão o país há-de vir a cair em definitivo e sem poder levantar-se, enough is enough.

Que se foda este mentiroso de uma vez por todas.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s