Sabes o que é mais belo que quase tudo nas nossas horas? É que leiamos, escreva-se e aconteça o que for imaginável, tu e eu permanecemos. E somos reais, somos um do outro, em mudança, em ardor, em rochedos e escarpas e viagem para qualquer lado. Tu e eu podemos divagar devagar ou depressa e atingir novas conclusões sobre a inelutável dúvida, que seremos sempre um do outro.

Concordas?

Se dizes que sim, vou ja buscar-te.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s