O Centro de Emprego de Loures notificou hoje, dia 09/05, milhares de inscritos para comparecerem no dia 07/05, pelas 14:00, com o propósito de actualizar informações documentais – comunicar às funcionárias daquele centro números de BI que se mantêm imutáveis desde o primeiro registo dos beneficiários, há 35 ou 40 anos, e que apesar de estarem válidos – para o Arqº identificação – são de suma relevância para a instituição, a qual, por andar cinco anos atrasada e não cruzar informações nenhumas, não sabe que os beneficiários os renovaram; e mesmo que soubesse, imagino que teria de obrigar as pessoas a ir lá, não fosse o Arqº identificação perder os registos. É que lá por o número ser constante e inalterável, isso não quer dizer que a instituição tenha recebido, por parte dos titulares dos BIs, prova pessoal de que o número é constante e inalterável.

Os polvos partidários fazem do Estado fantoche onanista e os anos passam. O Centro de Emprego está-se nas tintas para o emprego, tal como o Ministério da Educação se está nas tintas para a Educação. O que conta é poder, aio fim do ano, imprimir em doze vias uma folha com muitos dados estatísticos que coloquem o pântano nos lugares cimeiros da ostentação provinciana.

Com isto tudo, a mais pesada consequência é a infantilização do cidadão. A fasquia está mesmo muito baixa. Profetizo que dentro de dois ou três anos qualquer idiota que saiba dizer “sim, senhor doutor-mais-doutor-que-eu” terá a vida assegurada sem se chatear muito, com certificados de habilitações incluídos e tudo. Ainda bem que pour l’instant, nada disto é verdade. São tudo delírios conspiratórios.

Mas porque é que eu não me atenho à poesia?

Adenda:

Conversa com a “técnica” S.C.:

“não tenho nada a ver com o facto de os CTT terem cometido um atraso (sic)”
“os senhores são convocados têm que vir” (quando?)
“não temos nada a ver com isso, se não vierem arriscam-se”
“o arquivo de identificação tem os registos actualizados; os senhores vão de 15 em 15 dias às juntas de freguesia, que confirmam essa actualização; mas nós não temos nada a ver com isso, se são convocados têm que vir”

Phone-ix 😀 Grand’a tacho, ó técnica.

Actualização a 19/05:

é emitida uma convocatória para estar dia 20/05 (old habits die hard) presente numa acção de formação – presume-se, diz apenas “para participar em” seguido de PROCURA ACTIVA DE EMPREGO, ou seja 3h a olhar para uma miúda de 25 anos com cartão do partido do regime a debitar academicismos sobre a selagem dos envelopes e a esquadria do selo segundo Deleuze. Senão, marquemos, senão, cortam-nos as prestações de desemprego. As mesmas que cessaram há já 3 meses. Ou seja, 12 meses depois da última deslocação ao centro de emprego.

Tá na média.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s