Choveu no caminho para cá. Gosto da chuva, do vento e das trovoadas. Relembram às pessoas que toda a silly season tem um fim, que há coisas muito mais importantes do que o umbigo das férias, e que o inchaço no ego da espécie tem de ter também um fim.

Há dias em que a paz não é completa, em que o desconhecimento relativo àquele buraco de 3 meses ainda fervilha e supura e corrói. Nesses dias, se não tiver o suor a distrair-me do fel, é difícil.

O que existe, contudo, é incomparável.

Café, e depois direitinho ao trabalho que se faz tarde 🙂

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s