Um homem não deve depender de ninguém nem promover ou permitir que alguém dependa de si.

Só assim se evita chegar ao Campo Grande e perceber

que o próximo autocarro, por ser Sábado, partirá apenas dali a 55 minutos

que os outros autocarros partem de uma estação nova de Metro, sem qualquer aviso ou advertência para esta alteração

que Portugal é o único país que conheço em que é comum a prática das “carreiras incompletas”

que importa voltar a dizer que não por cima, através e além da mais pálida sombra de bem comum, esse fantasma de uma culpa que nunca foi minha nem tua mas que até as nossas famílias compraram pela esperança de um soldo traduzido na nossa liberdade

E posto isto, vou à garrafa de Brora, que é a última.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s